Funcionário no Continente dá outra perspectiva sobre a corrida aos Hipermercados


Luís Carvalho é um jovem de apenas 20 anos que trabalha no Hipermercado continente e que partilhou uma mensagem poderosa sobre a corrida que se tem vindo a ver aos hipermercados.






Ver esta publicação no Instagram

Ao contrário de tantas outras gente, prefiro colocar fotos das prateleiras cheias e arrumadas. Sabem porque? Porque é tão mais fácil mostrar o que as pessoas querem ver, prateleiras vazias, supermercados vazios, talhos vazios, peixarias vazias quando a única coisa vazia que existe é apenas e só o vosso cérebro! Sou colaborador de um dos maiores supermercados de Portugal, e por causa das pessoas que têm o cérebro tão vazio, das pessoas ignorantes hoje cheguei a casa as 4:30 da manhã sendo que o meu horário seria sair às 22:15, para que amanhã os mesmo clientes que hoje foram as esta superfície possam ir buscar mais um carrinho cheio com medo que o mundo acabe. Não me incomoda fazer 15 horas de trabalho, não me incomoda dormir 6 horas para amanhã estar de pé para mais um dia de trabalho, nada disso incomoda-me, mas incomoda-me profundamente a falta de respeito que tanta gente têm por estas pessoas que são iguais as outras mas que trabalham num supermercado, que tantas vezes têm que levar com os clientes porque estão cansados, porque não lhes correu bem o dia ou simplesmente só porque acordaram mal dispostos. E isso sim irrita-me porque hoje eu e meia dúzia de colegas fizemos só mais “6 horas” para que amanhã não falte nada as pessoas e fazemos isso mesmo sabendo que amanhã haverá tanta gente a reclamar ou porque o preço não está correto, ou porque está filas muito grandes, ou porque estamos a estorvar, ou porque não temos o artigo que eles preferem, mas mesmo assim fazemos... Entendo que estejamos todos preocupados porque não sabemos o que nos espera, mas se há algo que podemos sempre fazer é respeitar o próximo é o mínimo! E amanhã quando forem fazer as vossas compras lembrem se que qualquer colaborador que encontrarem preferia estar em casa com as famílias, mas que estamos ali para ajudar outras famílias que não são as nossas... Desculpem o desabafo ✌🏻 ps: podem ir as compras amanhã que ainda não acabaram as coisas!

Uma publicação partilhada por Luis Carvalho (@__luiscarvalho__) a



Ao contrário de tantas outras gente, prefiro colocar fotos das prateleiras cheias e arrumadas. Sabem porque? Porque é tão mais fácil mostrar o que as pessoas querem ver, prateleiras vazias, supermercados vazios, talhos vazios, peixarias vazias quando a única coisa vazia que existe é apenas e só o vosso cérebro!

Sou colaborador de um dos maiores supermercados de Portugal, e por causa das pessoas que têm o cérebro tão vazio, das pessoas ignorantes hoje cheguei a casa as 4:30 da manhã sendo que o meu horário seria sair às 22:15, para que amanhã os mesmo clientes que hoje foram as esta superfície possam ir buscar mais um carrinho cheio com medo que o mundo acabe.

Não me incomoda fazer 15 horas de trabalho, não me incomoda dormir 6 horas para amanhã estar de pé para mais um dia de trabalho, nada disso incomoda-me, mas incomoda-me profundamente a falta de respeito que tanta gente têm por estas pessoas que são iguais as outras mas que trabalham num supermercado, que tantas vezes têm que levar com os clientes porque estão cansados, porque não lhes correu bem o dia ou simplesmente só porque acordaram mal dispostos.

E isso sim irrita-me porque hoje eu e meia dúzia de colegas fizemos só mais “6 horas” para que amanhã não falte nada as pessoas e fazemos isso mesmo sabendo que amanhã haverá tanta gente a reclamar ou porque o preço não está correto, ou porque está filas muito grandes, ou porque estamos a estorvar, ou porque não temos o artigo que eles preferem, mas mesmo assim fazemos…

Entendo que estejamos todos preocupados porque não sabemos o que nos espera, mas se há algo que podemos sempre fazer é respeitar o próximo é o mínimo!

E amanhã quando forem fazer as vossas compras lembrem se que qualquer colaborador que encontrarem preferia estar em casa com as famílias, mas que estamos ali para ajudar outras famílias que não são as nossas… Desculpem o desabafo ✌🏻

ps: podem ir as compras amanhã que ainda não acabaram as coisas!






TAMBÉM VAIS ADORAR

Esposa leva o marido bêbado para casa às... cavalitas!

Esposa leva o marido bêbado para casa às... cavalitas! - PORTUGAL A RIR Todas as suas informações pessoais recolhidas, serão usadas para o ajudar a tornar a sua visita no nosso site o mais produtiva e agradável possível. A garantia da confidencialidade dos dados pessoais dos utilizadores do nosso site é importante para o Portugal a Rir.








Emocionante: Pai ensina filho cego e autista a trocar mudanças num Subaru WRX STI

O pai do Spenny descobriu ao longo do tempo que o seu filho, gosta de passear no seu Subaru WRX Sti, descobriu que ele gosta do barulho, de ser encostado ao assento e de andar rápido. Foi ai que Omar, o pai do Spenny decidiu envolvê-lo parcialmente no mundo da condução, ao ensiná-lo a trocar de caixa.



loading...





Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.

Política de privacidade para Portugal a Rir

Todas as suas informações pessoais recolhidas, serão usadas para o ajudar a tornar a sua visita no nosso site o mais produtiva e agradável possível.

A garantia da confidencialidade dos dados pessoais dos utilizadores do nosso site é importante para o Portugal a Rir.

Todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que usem o Portugal a Rir serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de outubro de 1998 (Lei n.º 67/98).

A informação pessoal recolhida pode incluir o seu nome, e-mail, número de telefone e/ou telemóvel, morada, data de nascimento e/ou outros.

O uso do Portugal a Rir pressupõe a aceitação deste Acordo de privacidade. A equipa do Portugal a Rir reserva-se ao direito de alterar este acordo sem aviso prévio. Deste modo, recomendamos que consulte a nossa política de privacidade com regularidade de forma a estar sempre atualizado.

Os anúncios

Tal como outros websites, coletamos e utilizamos informação contida nos anúncios. A informação contida nos anúncios, inclui o seu endereço IP (Internet Protocol), o seu ISP (Internet Service Provider, como o Sapo, Clix, ou outro), o browser que utilizou ao visitar o nosso website (como o Internet Explorer ou o Firefox), o tempo da sua visita e que páginas visitou dentro do nosso website.

Cookie DoubleClick Dart

O Google, como fornecedor de terceiros, utiliza cookies para exibir anúncios no nosso website;

Com o cookie DART, o Google pode exibir anúncios com base nas visitas que o leitor fez a outros websites na Internet;

Os utilizadores podem desativar o cookie DART visitando a Política de privacidade da rede de conteúdo e dos anúncios do Google.

Os Cookies e Web Beacons

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoas quando visita o nosso website. Isto poderá incluir um simples popup, ou uma ligação em vários serviços que providenciamos, tais como fóruns.

Em adição também utilizamos publicidade de terceiros no nosso website para suportar os custos de manutenção. Alguns destes publicitários, poderão utilizar tecnologias como os cookies e/ou web beacons quando publicitam no nosso website, o que fará com que esses publicitários (como o Google através do Google AdSense) também recebam a sua informação pessoal, como o endereço IP, o seu ISP, o seu browser, etc. Esta função é geralmente utilizada para geotargeting (mostrar publicidade de Lisboa apenas aos leitores oriundos de Lisboa por ex.) ou apresentar publicidade direcionada a um tipo de utilizador (como mostrar publicidade de restaurante a um utilizador que visita sites de culinária regularmente, por ex.).

Você detém o poder de desligar os seus cookies, nas opções do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas Anti-Virus, como o Norton Internet Security. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites. Isso poderá afetar ou não permitir que faça logins em programas, sites ou fóruns da nossa e de outras redes.

Ligações a Sites de terceiros

O Portugal a Rir possui ligações para outros sites, os quais, a nosso ver, podem conter informações / ferramentas úteis para os nossos visitantes. A nossa política de privacidade não é aplicada a sites de terceiros, pelo que, caso visite outro site a partir do nosso deverá ler a politica de privacidade do mesmo.

Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses mesmos sites.